Downwind Kalagão

Falando com meu amigo Tico Azevedo no facebook de terça pra quarta, ele me disse que estava no Cumbuco para Downwind Kalagão, não sabia do que se trata, ele me explicou:

meu amigo Tico

“A Kitetrip KaIangão – Evento realizado entre o litoral do Ceará e Piauí percorrendo cerca de 340 Km, em cinco(5) dias e quatro(4) noites de pura adrenalina.
Em condições favoráveis a kite trip percorre todas as belas praias do Litoral Norte dos estados do Ceará e Piauí. Proporcionando a todos os parceiros uma imensa visibilidade e toda segurança necessária aos participantes, numa mistura de esporte e ecoturismo. ”

Achei d+, ele me fez o convite pra participar, topei na hora esta aventura, nunca tinha passado downwind do Paracuru e queria conhecer estas belezas, sem contar que já tenho que estar no Piaui semana que vem, então juntei o útil ao agradável , arrumei minhas coisas rápida na pousada Kite Cabana (quarta) e me joguei para o pico que a galera estava.

Chegando lá reencontrei todos meus amigos das antigas, pessoal de Teresina, Coqueiro e Barra Grande, oh coisa boa, me senti super em casa… Conversando com Poli e Sergi ( HardTur) os organizadores do evento, me informou que terá quase 50 pessoas participando, sendo 10 carros de apoios.

Neste primeiro trajeto (02 outubro) Cumbuco x Lagoinha 65km de orla com paradas do carro de apoio: Pecen, Taiba, Paracuru e Lagoinha, com hospedagem no Hotel Plato.

Sai amarradona com meu kite Envy 06 e minha prancha de wave, pois sabia que Pico das Almas, Morro do Chapel, Taibinha e Paracuru eh onda na certa!

Saída – Hotel Itaca -Cumbuco
Primeira Parada – Lagoa da Taiba
Caminho de Taiba para Paracuru
Cheguei Paracuru
Pessoal de Apoio
2 parada no Paracuru
Lagoinha – Vista de Cima
Visual
Final.

E dito feito, mare cheia e as ondas estavam com uma boa formação, so que no morro do chapeu, quando peguei uma onda (o vento esta falhando em algumas partes) o meu kite deu uma estolada, e acabou caindo nas ondas, so que quando percebi estava em cima do curral, com varias estacas e fundo de pedra, pânico e terror, meu kite começou ser levado pelas ondas, eu pisando nas pedras eu no quebra coco das ondas, a minha sorte que entre estas estacas tinha um espaço que meu kite passou bem no meio delas: “obrigada meu Deus”,  não aconteceu nada no meu kite, eu so cortei um pouco os pés, porque escalei algumas pedras, e um cara que estava fazendo kitewave comigo foi que me ajudou tb, show, continuamos o circuito e parei geral no paracuru, o do vento estava um pouco fraco e maral, meu joelho começou a doer, fiz o restante do trajeto do Paracuru ate Lagoinha de carro.

Estou dividindo o quanto com duas meninas bem legais de Parnaíba: Camila e Isadora, saímos pra jantar com um pedaço da galera e cama porque estou quebrada!!!!

uma parte da galera…
cardápio do restaurante

Previsão pra amanha sair as 10h!

bjux ;)

No Comments

Deixe uma resposta